Cidade das Abelhas - Embu das Artes | Cotia

sexta-feira, junho 15, 2018

Em um domingo de sol, resolvemos ir conhecer a Cidade das Abelhas.

O parque fica na microrregião de Itapecerica da Serra, entre Embu das Artes e Cotia, à mais ou menos 42,9 km de São Paulo (27 km do centro de SP).

O início da Cidade das Abelhas se deu em 1980 | 38 anos |, com o objetivo de criar abelhas e divulgar a Apicultura, em um espaço com mais de 100 mil metros quadrados de Mata Atlântica preservada. Com o passar do tempo, foi surgindo o interesse em atender crianças e famílias, com foco no atendimento escolar (crianças entre 2 e 10 anos).



Eu não esperava muita coisa ao chegar lá, mas me surpreendi com a quantidade de brinquedos e informações que tem: muitos escorregadores, tanque de areia, pontes, casinhas, explicação desde a extração do pólen até a fabricação do mel...

Além do contato direto com as abelhas [como elas produzem o mel, as colmeias, como se organizam, como trabalham], crianças e adultos também tem contato direto com a natureza (por isso, não esqueçam o repelente e nem o protetor solar) e isso deixa o passeio ainda mais divertido.



*Ah, o acesso com cadeiras de rodas e carrinhos é limitado, já que as atrações estão localizadas "morro" acima, tem pelo menos 3 ou 4 lances de escadas e trilhas para ver todas as atrações.
Vou elencar abaixo o que se pode fazer na Cidade das Abelhas:

Atrações

→ LaBEErinto: um labirinto que ensina as crianças sobre a construção dos favos nas colmeias. Ao final do labirinto, você dá de cara com a abelha rainha.






→ Apiário: tem vários apiários espalhados pelo parque, cheios de abelhas.




→ Observatório de abelhas:  em uma porta de vidro, você pode ver as abelhas trabalhando de verdade! É muito legal, as crianças adoram. Para chegar até lá é necessário pegar a trilha, que não cansa nada, super rapidinho.




→ Abelha gigante: ao entrar na abelha gigante, você pode ver como é o corpinho da abelha por dentro. Tem os órgãos e toda a estrutura bem explicadinha.
Abelha gigante


→ Arbelhismo: arvorismo bem tranquilo para os pequenos. Tem vários espalhados pelo parque, pontes com graus de dificuldades variadas. Caio a princípio ficou com medo de andar nelas, pela instabilidade = medo de cair, mas depois adorou! 




→ Vamos aprender: de sábado, domingo e feriado acontece uma aula sobre a vida das abelhas e seus produtos. *Necessário verificar horário na entrada do parque. Tem também um pequeno museu mostrando toda a vida delas.



→ Função das abelhas: dentro de uma sala, você encontra uma réplica de uma colmeia cheia de abelhas. Cada abelha tem um número e o legal é procurar com a criança o número correspondente para saber qual é a função de cada abelhinha dentro da colmeia! A luz da "maquete" acende, a sala fica escura e tem sonorização também!



→ Vida das abelhas na pré história: essa nova atração está localizada na trilha, conforme você vai andando, vai encontrando animais e dinossauros e o legal é que tem sonorização, conforme você vai passando, vai ouvindo o som deles. A princípio eu não vi ligação dos dinossauros com as abelhas, mas depois descobri (no site deles mesmo) que a existência das abelhas datam do período jurássico, mais de 100 milhões de anos atrás. Os dinossauros foram extintos, mas as abelhas conseguiram sobreviver 💛





Além de todas essas atrações, as crianças podem se divertir nos escorregadores e um tanquinho de areia que tem perto de uma casinha!





Do outro lado tem um escorregador para sair da casinha
É bem simples, um passeio que dura 2 ou 3 horas, mas que vale a pena. Achei o valor bem justo e ao final, ainda paramos na lanchonete para comer um salgado e tomar sorvete!

Nós três adoramos conhecer um pouco mais da vida dessas pequenas voadoras fabricantes de mel rsrs.

Informações:
Endereço: Estrada da Ressaca, Km7 - Embu das Artes | Cotia.
Valor: R$ 25,00 (menores de 3 anos e maiores de 60 anos não pagam).
Funcionamento: de terça à domingo, das 8h30 às 17h (incluindo feriados).
Km: 42,9.
Duração da viagem: +/- 1h10.

1) Usamos o Waze e não tivemos problema nenhum em chegar, em um determinado local, começam a aparecer as placas.

2) São 6 km afastados, sendo 1 km de estrada de terra, mas foi bem tranquilo.

3) O estacionamento é gratuito.

4) Tem lanchonete e lojinha que vende mel e outras fofurices de abelhas! Aceitam cartões de crédito e débito.

5) Cadeiras de rodas e carrinhos tem acesso parcial ao parque.

6) Não esqueça o repelente ;)

Até mais!!!

Thais

Talvez você goste!!

0 comentários