terça-feira, 27 de março de 2012

Brasília - DF

  Depois de ter conhecido o Capitol em Washington D.C (EUA), fiquei com vergonha de não conhecer o congresso do meu país. Por isso, fui a Brasília com meu marido passar um final de semana e conhecer de perto a capital federal do Brasil, fundada em 1960.
  
  Qual foi a minha surpresa ao me A-P-A-I-X-O-N-A-R pela cidade!!! É simplesmente: linda, organizada e moderna! Fizemos essa viagem em março de 2012, de 23 (sexta) à 26 (segunda).

Congresso Nacional


Sexta:


  Chegamos às 23h20 no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek - BSB (cia aérea: TAM). Alugamos um carro na Localiza - já havíamos feito a reserva antes da viagem, pois ficamos sabendo que taxi lá é muito caro - e fomos para o hotel. 
  
  Detalhe: impossível para quem não conhece a cidade andar sem GPS, mesmo com as placas, as divisões das ruas são por setores, quadras, entrequadras, blocos, superquadras, Asa Sul, Asa Norte.

  Ficamos hospedados no Manhattan Plaza Hotel, localizado no SHN quadra 2, bloco A. Este hotel faz parte da rede de hotéis do Brasília Plaza Hotéis. A cama é confortável, o chuveiro tem uma boa queda de água, no geral é um bom hotel. 
  
  Chegando lá, nos deparamos com um hall muito luxuoso, porém o tapete do corredor era velho e a decoração antiga. Já fiquei imaginando como seria o quarto, mas para a minha surpresa o quarto estava reformado! Lindíssimo. Dois ambientes bem arrumadinhos, depois me lembrei de ter lido em algum lugar que os quartos estavam sendo reformados! UFA...


Manhattan Plaza Hotel




Quarto

Quarto




Praça JK (de frente para o Manhattan Plaza Hotel)


Sábado:

  Acordamos cedo, tomamos um bom café da manhã no hotel (que oferece um café bem variado, com muitas opções de pães, sucos naturais, iogurtes, geleias,  frios, frutas... completinho!) e fomos passear.

  Primeiramente fomos a Torre de TV, que fica no Eixo Monumental Oeste e funciona das 9h às 20h. No alto da torre (75 metros) há um mirante onde é possível ver boa parte da cidade, inclusive o Parque da Cidade (sim, o mesmo da música do Legião Urbana "Eduardo e Mônica"). 
  
  Muito bacana a vista. O mais legal é a feira de artesanato que acontece em volta da Torre, a Feira da Torre, que vende de cama, mesa e banho à instrumentos musicais. A feira funciona de sábado e domingo, das 8h às 18h. 

Torre de TV

Vista do mirante da Torre de TV


Feira de Artesanato da Torre



  Nosso próximo destino foi o Memorial JK, localizado no Eixo Monumental Oeste, na Praça do Cruzeiro. A entrada custa R$ 10,00 e horário de funcionamento é das 9h às 18h. O mausoléu foi projetado por Oscar Niemeyer, onde estão guardados os restos mortais de JK. 


  O acervo do memorial é bem diversificado contendo muitos objetos pessoais de JK, como livros, roupas, fotografias, presentes que ele ganhou de líderes de outros países, medalhas e seu último carro particular. 

Memorial JK

Mausoléu JK

Memorial JK



  Logo em frente ao memorial, tem o Cruzeiro, que marca o ponto mais alto da zona urbana,  local onde foi rezada a primeira missa em BSB, no ano de 1957. A cruz é uma réplica, a original encontra-se na Catedral Metropolitana de Brasília.


Praça do Cruzeiro


  A Superquadra da 308 Sul é considerada a quadra modelo de Brasília. É uma área residencial aberta, diferente dos condomínios que são fechados. Uma das intensões de Lúcio Costa (quem projetou o Plano Piloto) era permitir um contato mais próximo entre vizinhos. 
  
  A superquadra tem uma grande área aberta, com muito verde e muitos turistas que passam por lá diariamente!


Superquadra


Superquadra 308 Sul


  Na Entrequadra 308 Sul está localizada a Igreja Nossa Senhora de Fátima, mais conhecida como Igrejinha. A igreja foi desenhada por Oscar Niemeyer, a pedido da primeira-dama Sarah Kubitschek, que fez a encomenda pela graça da cura de sua filha. 
  
  A igreja é encantadora, tem o formato de um chapéu de freira e é toda enfeitada por azulejos de Athos Bulcão. Vale a pena dar uma passadinha!


Igrejinha da 308 Sul


  Continuando nosso roteiro religioso, seguimos para o Santuário Dom Bosco, localizado na W3 Sul Quadra 702. A igreja foi construída em homenagem a Dom Bosco, padroeiro da cidade. O que chama a atenção são os 1.600 metros de vitrais azuis que surpreende qualquer um que vá visitá-la, além do imenso lustre no meio do santuário que é divino!!! 


Santuário Dom Bosco e seus vitrais


  O Setor de Embaixadas é um setor onde estão instaladas a maior parte dos países que mantem relações com o Brasil. Algumas embaixadas foram construídas de acordo com a arquitetura de seu país. Como minha passagem por lá foi muito rápida, não consegui fotografar muito bem o setor que é também um ponto turístico interessante de se visitar.


Embaixada do Panamá


  A Ponte JK é considerada pela Sociedade de Engenharia do Estado da Pennsylvania (EUA) a ponte mais bonita do mundo. Sua estrutura contem três arcos que reproduzem o movimento de uma pedra quicando na água. 
  
  A ponte é obra do arquiteto Alexandre Chan, está localizada no Lago Sul e posso dizer que me apaixonei por ela!!! 


A belíssima Ponte JK

  O Lago Paranoá é um lago artificial, construído com o objetivo de aumentar a umidade da região. É lindo e nem parece de mentira!!! rsrsrs. 


Lago Paranoá

  Nosso almoço foi no restaurante super, hiper, ultra, mega maravilhoso Mangai! Ele está localizado na SCE Sul, próximo a Ponte JK. 

  Fiquei alucinada com a quantidade de comida que tinha naquele lugar!!! Muita variedade de tudo, pra se ter uma ideia o restaurante tinha mais de cinco opções de arroz: arroz com brócolis, arroz carreteiro, arroz branco, arroz birô birô... 
  
  Várias opções de carnes branca e vermelha, peixe, frutos do mar, batata. A mesa dos doces era de dar água na boca, uma loucura!!! Ah, do lado de fora do restaurante tem várias redes e cadeiras super confortáveis para se fazer uma bela digestão!!! 
  
  É um ótimo restaurante, pelo o que se come, o preço não é tão salgado.


Eu só comi tudo isso!!! rsrs


A melhor parte: os doces ^.^



Domingo: 

  Domingo foi dia de acordar cedo e ir assistir uma missa na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida às 8h30!

  
  Projetada por Oscar Niemeyer, foi o primeiro monumento a ser criado na cidade. Ela está  localizada na Esplanada dos Ministérios, Lote 12.
  
  A visita à catedral não pode estar fora do roteiro de quem vai à Brasília, além de ser um dos pontos turísticos mais visitado, sua estrutura é totalmente diferente de tudo o que já vi. Os vitrais azuis e verdes, dão um outro ar ao ambiente, pois saimos da escuridão (a rampa que seguimos no subsolo para ter acesso à nave é completamente escura) e chegamos à claridade (proporcionada pelos vitrais). É muito mágico esse contraste!!!  


Catedral

Dentro da Catedral

Anjos

"A Pietá" (réplica da obra de Michelangelo doada à catedral em 1989) e Dom Bosco


  Não fazia parte do nosso roteiro, mas resolvemos dar uma breve passada no Museu Nacional de Brasília, onde estava em cartaz a exposição de Ziraldo "Zeróis - Ziraldo na tela grande".
  
  Também projetada por Niemeyer, o museu lembra muito a OCA do Parque do Ibirapuera - SP. 


Museu Nacional de Brasília

Exposição: Zeróis


  A Esplanada dos Ministérios fica no Eixo Monumental, sentido leste-oeste. A Esplanada é composta por 17 prédios idênticos, onde funcionam os órgãos do governo como: Ministério da Saúde, da Educação, do Esporte, da Cultura, entre outros. 


Esplanada dos Ministérios


  Do outro lado da Esplanada dos Ministérios, está localizado o Palácio do Itamaraty, também localizado no Eixo Monumental leste-oeste. Para se fazer uma visita monitorada no Itamaraty é necessário agendamento por telefone, que fiz um dia antes da viagem (061) 2030-8051.
  
  O Itamaraty é a sede do Ministério das Relações Exteriores e vale muito a pena a visita sabem por que? Porque lá está concentrado o maior número de obras artísticas dos edifícios públicos! Tem pinturas de Tomie Ohtake, Candido Portinari, Arcangelo Ianelli, além de mobílias que pertenceram à Princesa Isabel e Barão do Rio Branco. 
  
  Na parte de cima (além da escadaria de entrada, o único local onde se pode fotografar) estão localizados os jardins suspensos. Um ambiente incrível composto por esculturas de Victor Brecheret. No local é possível ter uma boa visão da Escultura Meteoro, de Bruno Giorgi, localizado no jardim externo do palácio.
  
  Horário: de segunda à sexta, das 14h às 16h30 e sábados e domingos, das 10h às 15h30.


Itamaraty

Visita interna ao Itamaraty

Escultura "Meteoro" de Bruno Giorgi

Jardim Suspenso


  Continuando nosso turismo cívico, fomos ao Palácio do Planalto, a casa do presidente/presidenta da República. Para realizar a visita é necessário apenas chegar e esperar, forma-se um grupo de até 30 pessoas por guia. 
  
  Assim como no Itamaraty, no Planalto também tem um acervo artístico (entre as pinturas de encontra uma obra de Di Cavalcante), além do Salão Oval (onde acontecem as reuniões ministeriais) e o gabinete da presidencia.
  
  Horário: somente aos domingos, das 9h30 às 14h.
  
  Duração: 20 minutos. A troca da guarda ocorre de duas em duas horas, sendo a primeira às 8h e a última às 18h.
  
  Localização: Praça dos Três Poderes. 

Palácio do Planalto


Guarda

Salão Oval

Gabinete da Presidência

  A Praça dos Três Poderes é um amplo espaço cívico composto pelos três poderes: Executivo (Palácio do Planalto), Legislativo (Congresso Nacional) e Judiciário (Supremo Tribunal Federal). 
  
  Na praça estão localizadas as esculturas Dois Candangos ou Os Guerreiros de Bruno Giorgi (considerada o símbolo de Brasília) e A Justiça de Alfredo Ceschisatti.
  
  Neste espaço se encontra o  Museu da Cidade, projetado por Oscar Niemeyer para preservar a história da cidade. Sua inauguração foi no mesmo dia na inauguração de Brasília, sendo considerado então, o museu mais antigo da cidade. A história de Brasília está gravada nas paredes, também em Braille. O museu fica aberto de terça à domingo e feriados, das 9h às 18h.
  
  O Espaço Lúcio Costa está localizado na parte subterrânea da praça e é uma homenagem de Niemeyer ao criador do Plano Piloto. No local há uma grande maquete de BSB, além de fotos e mensagens de pessoas famosas, declarando seu amor pela cidade. O espaço fica aberto diariamente das 9h às 18h.

Praça dos Três Poderes

Dois Candangos ou Dois Guerreiros

A Justiça



Museu da Cidade

Espaço Lúcio Costa

Clarice Lispector (Espaço Lúcio Costa)

  Para chegar à casa da presidência é necessário caminhar um pouco. O Palácio da Alvorada fica um pouco afastado do centro cívico, está localizado no Setor de Hotéis e Turismo Norte. A visitação ocorre somente às quartas por isso só fiz fotos da parte externa.


Casa da Dilma!!!


   Finalizando nosso passeio, fomos conhecer o Congresso Nacional: Senado e Câmara dos Deputados. A visita monitorada ocorre todos os dias, das 9h30 às 17h. Não é preciso agendamento, assim como no Palácio do Planalto é só chegar e esperar formar um grupo.
  
  Primeiramente a visita começa no Museu do Senado, indo à Câmara dos Deputados. O guia explica como funciona a câmara, qual sua função. O passeio fica completo quando chegamos ao plenário da Câmara Federal, local onde os deputados se encontram para principalmente elaborar leis.
  
  Após a visita na Câmara dos Deputados, seguimos para o Senado, o roteiro segue a mesma linha, sendo finalizado no Plenário do Senado, que é bem menor que o plenário da Câmara, devido a quantidade menor de senadores.

Congresso Nacional


Museu do Senado

Plenário da Câmara dos Deputados

Plenário do Senado


  O Supremo Tribunal Federal (STF) também realiza visitas monitoras, de sábado, domingo e feriados, das 10h às 15h30. Entrada gratuita.
  
  Como visitamos muitos lugares, não deu tempo de fazer a visita no STF, mas espero ir da próxima vez.

STF


  Nosso  almoço foi no restaurante Coco Bambu no Brasília Shopping, até encontramos o Dede Santana almoçando por lá! É um restaurante famoso, com um cardápio bem variado. Super indico!!! 


Meu prato no Coco Bambu

Sobremesa mais deliciosa: Petit Gateau de Doce de Leite


  Fechando a viagem, fomos comer na tão falada Pizzas Dom Bosco. Local parecido com um "boteco", as pizzas são servidas no balcão (o local não possui mesas e cadeiras)  e há um único sabor de pizza: mussarela com molho de tomate e orégano!

  A pizza é simplesmente deliciosa, pedi a famosa dupla (mais ou menos R$ 2,80) que é na verdade uma fatia sobre a outra (como se fosse um lanche) fica muito bom... Todo mundo indica esse lugar e dizem ser a pizza tradicional de BSB, para beber o mate é o mais procurado. Posso dizer que NUNCA comi uma pizza tão gostosa como essa!!!


Pizzas Dom Bosco

Dupla


  Os pontos turísticos que visitei e os restaurantes que fomos,  foram indicações de uma amiga do meu marido, que é de Brasília, para completar o roteiro também pesquisei algumas coisas.
  
  Enfim, BSB é linda demais, adorei muito a viagem e confesso que me surpreendi, pois sempre quis conhecer a cidade, mas não esperava ver tanta coisa bacana!



  Informação:
  DDD: 61


  Até mais!!!


  Thais